NAU e GEAC realizam seminário à distância com PUC-Perú, Instituto Colombiano e UFSCar

Nos dias 24 e 25 de maio de 2016, o Núcleo de Antropologia Urbana (NAU-USP), coordenado pelo Prof. José Guilherme Magnani, e o Grupo de Estudos de Antropologia da Cidade (GEAC-USP), sob coordenação do Prof. Dr. Heitor Frúgoli, realizaram o Seminário de Investigação Urbana em parceria com o Centro de Investigación de la Arquitectura y la Ciudad (CIAC-PUC-Peru), dirigido pelo Prof. Dr. Pablo Vega Centeno. O evento também contou com a participação da Profª. Dr. Margarita Chaves, integrante do Instituto Colombiano de Antropología e Historia (ICANH), e do Prof. Dr. Gabriel Feltran, pesquisador do Centro de Estudos da Metrópole (CEM-UFSCar).

 

IMG_20160524_135343940.jpg

O Seminário, realizado com o apoio do Centro Interativo de Ensino e Pesquisa (CIEP-FEAUSP), foi realizado conectando esses núcleos de pesquisa em diversos pontos do continente. Nas mesas de debate, foram abordadas a problemática das centralidades e espaço público em Lima e em São Paulo, a questão da segregação urbana, etnografia sobre atores nas metrópoles e pesquisas sobre presença indígenas em cidades amazônicas, temas desenvolvidos por pesquisadores dos cursos de pós-graduação vinculados a esses centros.

IMG-20160524-WA0019.jpg

Para o Centeno, “las ponencias presentadas y la participación activa de los comentaristas han sido muy enriquecedoras tanto para el conocimiento mutuo de realidades brasileñas y peruanas, como para confrontar aproximaciones metodológicas y teóricas”. O evento, para ele, foi um demonstrativo importante do esforço dos pesquisadores em buscar cooperação entre instituições de nacionalidades diversas. “Estoy muy contento por las ganas de querer escucharnos, demostrando que podemos superar si queremos la barrera del idioma”, acrescenta.

Segundo o Frúgoli, tratou-se de uma “rara oportunidade de participar de um evento tão rico e diversificado, seja pelo conhecimento adquirido sobre a realidade sociocultural peruana, seja também pela oportunidade de ouvir os próprios colegas brasileiros”. Para o professor, a distância não foi uma impeditivo na troca acadêmica: “ainda que não seja presencial, um evento com essas características realmente propicia intercâmbios aprofundados”.

Fazendo coro às avaliações positivas sobre o Seminário, Magnani fez votos por mais oportunidades como essa - “foi unânime a avaliação do acerto do evento e espero que tenha desdobramentos!”.

 

Confira os pesquisadores do NAU que participaram do Seminário

 

Mesa 01: Centralidades e espaço público em Lima e São Paulo: abordagens qualitativas

Bianca Chizzolini (USP) - “Uma etnografía de moradores(as) e comerciantes no centro de São Paulo: entre práticas e discursos de requalificação”

 

Mesa 02: Segregação Urbana em Lima e São Paulo

Eduardo Marques (USP) - “Padrões de segregação residencial em São Paulo”

 

Mesa 03: Olhares etnográficos nos atores das metrópoles

Giancarlo Machado (doutorando USP) - “Mão na massa e skate no pé: quando os skatistas fazem a cidade”

 

Mesa 05: Modos de vida em cidades amazônicas

José Agnello de Andrade (doutoranda USP) - “Entre cidades e aldeias: os circuitos Sateré-Mawé na Amazônia”

Ana Fiori (doutoranda USP) - “Festas da cultura – economias da alteridade entre os Sateré-Mawé”

Ana Luísa Sertã (doutorando USP) - “Os caminhos das sementes: trajetos e circuitos de mulheres Sateré-Mawé entre cidade e aldeia”

por Felipe Gabriel Oliveira

02/06/2016