Giancarlo Marques Carraro Machado

gmachado@usp.br 

Currículo Latttes

 

Pesquisa: Rumo à Meca do Skate: análise etnográfica do circuito skatista São Paulo - Barcelona

A realização dos jogos olímpicos de Barcelona, no ano de 1992, fez com que a paisagem urbana dessa cidade sofresse consideráveis mudanças. Embora as políticas urbanas implantadas seguissem as lógicas econômicas em jogo, ao menos alguns citadinos se beneficiaram das transformações concretizadas: os skatistas. Em virtude de uma série de representações positivas criadas em torno de Barcelona – a “Meca do Skate”, segundo um jornal – muitos skatistas brasileiros têm se esforçado para ir até lá. A pesquisa ora proposta pretende analisar os usos e as apropriações dos espaços urbanos através das redes de relações tecidas entre skatistas, as quais se expandem entre São Paulo e Barcelona. Ao acompanhar as redes que se desdobram por meio da produção de imagens para a mídia especializada, vislumbra-se realizar menos uma comparação entre a prática do skate feita em tais cidades, mas traçar uma conexão etnográfica entre esses diferentes espaços. Desse modo, ao longo da pesquisa poder-se-á relacionar os distintos recortes inseridos no circuito skatista, sendo este não definido a priori, mas construído a partir de espaços, discursos, práticas e representações heterogêneas.

Palavras-chave: skate; cidades; antropologia urbana; antropologia do esporte.

 

Instituição:  Universidade de São Paulo (USP)

Vínculo: Doutorando em Antropologia Social (PPGAS / USP)

Bolsista FAPESP